Solução eficiente para empresas com necessidade de conexão à Internet

 
Confiabilidade e flexibilidade com 100% de garantia de banda larga com qualidade e velocidade.

Conexão de qualidade, a melhor opção para a sua empresa

Acesso à internet com qualidade, disponibilidade e IP fixo ou dinâmico.

Qualidade e custo adequados

Opções de acordo com a necessidade da sua empresa, com custo acessível.

Vantagens

ícone de conectividade

Conectividade

Conexão permanente à internet e com mais velocidade.

ícone de economia

Preço competitivo

Serviço com ótimo preço quando comparado ao serviço Internet Dedicada.
ícone de auxílio

Pró-atividade

A Embratel estará sempre gerenciando a sua rede, prestando total suporte.
ícone de selo

Confiabilidade

Garantia de que a Internet da sua empresa estará sob a gerência de quem mais entende de Internet no Brasil.
ícone de engrenagem

Suporte

Atendimento 24 horas por dia, 7 dias por semana em todo o Brasil e assistência de Pré e Pós-Venda.
ícone do mapa do brasil

Cobertura completa

Cobertura completa em todo o Brasil através da Rede Internet Via Embratel.

Restou alguma dúvida? Veja nossas perguntas mais frequentes

Quais são as velocidades da banda larga corporativa?

O serviço BLC está disponível mas velocidades 10 Mb, 30 Mb, 60 Mb e 120 Mb com IP fixo ou dinâmico. A instalação do serviço está sujeita a disponibilidade técnica na região/endereço.

Quais as diferenças entre os tipos de endereço IP?

O endereço IP é a identificação do dispositivo na rede, e cada computador possui um único IP. Pode ser:

IP FIXO - o dispositivo recebe o mesmo IP toda vez que se conecta à Internet.É utilizado em empresas que possuem serviços de internet como servidores de e-mail e hospedagem de sites ou ainda possuem câmeras de monitoramento, que necessitam de acesso através da internet.  

IP DINÂMICO - o dispositivo recebe um IP diferente toda vez que se conecta a internet. É utilizado na maioria das conexões de Internet, sendo menos vulnerável à ciberataques, pois, o IP muda diariamente tornando mais difícil o acesso de hackers ao dispositivo.

Quais os fatores que podem afetar a velocidade da Internet?

A velocidade contratada representa a velocidade máxima configurada dentro da rede. Entretanto, a Internet é uma rede com muitos computadores e servidores conectados. Para acessar um determinado servidor é necessário passar por várias máquinas interligadas, então se  uma delas estiver sobrecarregada ou com mau desempenho a velocidade será menor.

A velocidade de acesso de determinada aplicação na Internet pode variar devido à diversos fatores: banda de conexão do site/servidor acessado; quantidade de conexões simultâneas no servidor; configuração do computador e dos softwares utilizados simultaneamente à conexão, que podem demandar banda da Internet e recursos do computador; e ainda eventuais vírus que afetam o desempenho e consomem banda.

Por estas razões, não é possível que a operadora garanta a velocidade máxima durante todo o tempo e para todas as aplicações.  No entanto, o serviço obedece estritamente às definições regulatórias de qualidade definidas pela ANATEL e a Embratel está sempre buscando formas de garantir o melhor e mais rápido serviço de banda larga.

Por que ao testar a velocidade da banda larga o resultado ficou abaixo do esperado?

A maioria dos medidores de velocidade da Internet testa a conexão calculando a média de velocidade de download de um arquivo, mas o resultado pode ser influenciado por inúmeros fatores, como a velocidade disponível no servidor e a quantidade de usuários simultâneos no momento do teste. Ainda muitos medidores limitam a velocidade máxima de download ou têm conexão com a Internet em velocidade inferior ao serviço, impossibilitando a utilização. O ideal é utilizar várias aplicações simultâneas (downloads, streaming de vídeo etc.) e softwares que meçam a velocidade de transferência de dados com a Internet.

Como a velocidade de download se relaciona com a velocidade contratada?

A maioria dos softwares mede a velocidade de conexão em MB/ s (Megabytes por segundo) ou KB/s (Kilobytes por segundo). Para converter o valor apresentado para a mesma unidade que é medida a velocidade de conexão do BLC (Mbps = Megabits por segundo), deve-se multiplicar o resultado por 8 (1byte = 8bits) obtendo assim a velocidade em Mbps. Exemplo: 250 KB/ s = 2000 Kbps ou 2 Mbps.

Soluções sob medida

Nossos consultores são especialistas em entender o que a sua empresa precisa.

Criamos soluções específicas de acordo com as necessidades do seu negócio. Fale com um dos nossos consultores.

Criamos soluções específicas de acordo com as necessidades do seu negócio.